CambioReal - Alexandre Costa: As Lições De Marketing Da Cacau Show
Alexandre Costa: as lições de marketing da Cacau Show

Alexandre Costa: as lições de marketing da Cacau Show

O empresário Alexandre Costa, fundador e CEO da famosa marca de chocolates e gostosuras Cacau Show, tem uma história que já é bastante conhecida. Foi somente com 17 anos que o rapaz abriu sua empresa que virou febre e sucesso nacional, e hoje conta com mais de mil franquias espalhadas por todo o Brasil.

O que poucos sabem são as técnicas e estratégias de marketing que Alexandre, quase sem se dar conta, aplicou ao longo de toda a trajetória de sua empresa. 

A história de sucesso começou quando o empresário observava a mãe trabalhar com diferentes tipos de comércio, inclusive de chocolate. Já com a pequena venda familiar encerrada, em 1988, Alexandre decidiu retomar esse caminho e fazer suas próprias vendas de Páscoa.

Essa parte já é bem conhecida: o fornecedor de chocolates não conseguia cumprir as entregas prometidas pois não fabricava mais chocolates de 50G. Alexandre se viu com um pedido de 2 mil ovos sem um fábrica para fazer a entrega.

Senso de oportunidade

A primeira lição de marketing vêm dessa adversidade logo no início da carreira de Alexandre: o senso de oportunidade. Ele soube enxergar uma chance quando teve o problema com a fábrica. Arregaçou as mangas, não teve medo de pedir ajuda e decidiu ele mesmo fazer os ovos de Páscoa e garantir as entregas. 

Foi o sucesso desse esforço que fez com que o empresário enxergasse que havia sim mercado para mais um produtor de chocolates. E que ele poderia ganhar muito mais espaço. 

Marketing de Nicho

Alexandre encontrou outra coisa tão importante quanto oportunidade: um nicho. Ele conseguiu perceber que havia um espaço ainda inexplorado entre os grandes produtores de chocolates industrializado, que eram baratos, mas de qualidade baixa, e os produtores artesanais, de altíssima qualidade, mas de valor bem mais alto e incapazes de atender à grande demanda.

Esse lugar bem ali no meio, com chocolates quase artesanais a um valor ainda acessível, foi onde o empresário encontrou seu lugar e conseguiu crescer e florescer quase sem concorrência por  anos.

Outros grandes players do mercado, como Kopenhagen e Munik, demoraram para perceber que estavam perdendo não só essa fatia de mercado, mas também seus clientes cativos para essa nova proposta.

Planejamento

Depois de realizar sua entrega de 2 mil ovos, Alexandre nunca mais deu um passo em falso. Esse “susto” trouxe uma lição muito valiosa: planejamento. É por isso que ele investiu em capacitação, fez cursos com grandes e pequenos produtores de chocolate e, mais importante, nunca deixou de fazer a lição de casa quando o assunto era planejar-se.

Planejamento é uma das grandes chaves do Marketing! Todos os anos você tem Páscoa, Natal, Dia dos Namorados, e tantas outras datas em que chocolates são o presente perfeito. Deixar para criar estratégias, campanhas, definir produção, escolher embalagens… em cima da hora é desperdícios de recursos e também de tempo.

Relacionamento com o cliente

Assim que abriu a Cacau Show, Alexandre vendia seus chocolates de porta em porta, de bar em bar, com uma caixa cheia no banco de trás de seu fusca, ele oferecia seus produtos para diferentes fornecedores.

Esse contato fez com que o empresário percebesse não só tendências de mercado, mas também como pensavam seus consumidores e seus revendedores. Alexandre conseguiu criar um relacionamento próximo com ambos e, hoje, sabe que o cliente precisa ser ouvido antes de qualquer um dentro da empresa.

Quando falamos em estratégias de Marketing, uma das mais importantes é entender sua audiência ou público-alvo, saber falar o mesmo idioma, entender quando eles estão insatisfeitos e saber fazer correções. Sem essa troca, todo o esforço de uma equipe de marketing será jogado no vazio.

Essas são apenas algumas das lições que podemos aprender com um dos maiores empresários brasileiros. E você, acredita que há mais ensinamentos na história de Alexandre? Conte para nós o que você achou dessa história e como você pretende aplicar essas lições em seu negócio! 

Até a próxima!