dicas para preparar as contas para 2019
05 dicas para preparar as contas para 2019

05 dicas para preparar as contas para 2019

O natal passou, o ano virou e, ao menos no Brasil, já está todo mundo só esperando o carnaval passar para começar oficialmente o ano de 2019. Mas se você quer começar o ano bem financeiramente, existem algumas boas práticas que já podem ser tomadas agora mesmo! Confira agora 5 dicas que irão fazer você passar longe do sufoco em 2019.


1. Faça um orçamento!


Essa não é a primeira dica por acaso. Ter um orçamento é uma das coisas mais básicas para buscar controlar as contas. Colocar tudo no papel te ajuda a ter uma real noção de como anda a balança nas suas contas, já que é muito comum que esqueçamos de algumas despesas recorrentes do nosso dia a dia.


Para isso, não há segredo: perca o medo das planilhas e vá fundo! Anote seus ganhos, seus gastos fixos, e busque não deixar nada de fora. Quanto você gasta com gasolina para ir ao trabalho? Existe alguma compra parcelada? Quanto mais detalhado você for, mais precisa será a sua noção.


Se o medo de planilhas for muito grande, não se preocupe. Existem diversos aplicativos para te ajudar nisso, como o GuiaBolso, Organizze ou Toshl Finanças. O importante é botar tudo na ponta do lápis!


2. Se a situação melhorar, não foque no consumo


Recentemente o Brasil passou por uma crise econômica que pegou muitos de surpresa. Em 2008, os Estados Unidos passaram por uma situação muito parecida, fazendo com que várias famílias estadunidenses tivessem que apertar as contas de forma bastante inesperada.


Para 2019, porém, a situação é outra. Enquanto os EUA estão passando por uma estabilidade financeira já há algum tempo, a expectativa é de que o Brasil comece a consolidar seu movimento de recuperação econômica agora em 2019.


Com a economia se estabilizando, é natural que as famílias voltem a consumir mais, já que o orçamento começará a ficar mais folgado. Entretanto, essa é uma armadilha que você não deve cair! Antes de começar a gastar, é importante preparar as contas para caso o orçamento aperte de novo. E, para isso, a próxima dica é essencial!


3. Faça um fundo de emergência


Pensar em imprevistos é chato, a gente sabe. Mas acredite, você vai nos agradecer por essa dica! Seja um acidente com o carro, uma doença ou até mesmo uma demissão, imprevistos (e prejuízos) financeiros podem acontecer com qualquer um a qualquer momento!


É para evitar que esses imprevistos acabem comprometendo o seu orçamento que serve o fundo de emergência. Para construir um, o primeiro passo é justamente fazer algo que já mencionamos aqui: criar um orçamento!


Coloque no papel quais são os gastos mensais que sua família tem e busque juntar o equivalente a, no mínimo, 6 meses disso. Para famílias que têm a renda mais instável (empreendedores ou freelancers, por exemplo), busque juntar o equivalente a até 12 meses.


Mas lembre-se: esse fundo é para EMERGÊNCIAS! Nada de dar entrada numa casa ou num carro com esse dinheiro, viu? Antes de consumir, é importante ter as contas em dia para não acabar se endividando caso um imprevisto aconteça.


4. Não poupe tempo se isso te poupar dinheiro


Com um orçamento montado, as contas em dia e um bom fundo de emergência guardadinho, aí sim será uma boa hora para o consumo! Entretanto, estabilidade financeira não pode ser motivo para descuidar das contas!


Por isso, na hora de gastar, não poupe tempo na hora de pesquisar um bom preço. Busque o mesmo produto em outros lugares, fale com outros vendedores, abuse dos aplicativos comparadores de preço e, claro, tenha muita paciência!


Mas lembre-se: buscar as melhores ofertas é importante, mas não ficar refém delas também é! Não compre algo só porque o preço está bom. Nenhuma oferta é boa demais para algo que você não vai usar.


5. Fique de olho no dólar!


No Brasil, o dólar acaba sendo um dos principais fatores para a elevação ou queda dos preços de bens de consumo. Da gasolina ao celular, acompanhar a movimentação da moeda pode te ajudar a prever quando produtos irão ficar mais caros ou baratos.


Além disso, um dólar baixo também pode ser uma boa oportunidade para comprar produtos diretamente do exterior! O número de empresas no exterior que vendem para o Brasil cresce cada vez mais, assim como o interesse do brasileiro em comprar nessas lojas!


Com essas dicas bem simples, o seu orçamento para 2019 com certeza ficará bem mais folgado e, seus gastos, bem mais inteligentes.