Cash ou cartão
Cash ou Cartão?

Cash ou Cartão?

Olá!

Seja bem-vindo ao blog da CambioReal. Iremos publicar por aqui temas que abordam o universo do turismo internacional, oscilações do dólar, dicas para intercambistas, remessas para o exterior e vários outros tópicos. Sugestões de textos são sempre bem-vindas!

 

Esperamos que você goste da leitura. Não esqueça de deixar o seu comentário no final do texto :)

 

 

Afinal, que tipo de dinheiro levar para não passar aperto durante o intercâmbio?

  

Quando um membro da família sai de casa para fazer intercâmbio, a fim de realizar um curso de extensão ou aprender melhor uma língua estrangeira, uma das principais dúvidas que surge à cabeça dos pais é como o estudante vai conseguir viver por lá com todas as despesas e gastos básicos sem perder o controle do dinheiro.

Existem três opções mais comuns de levar dinheiro para outro país: dinheiro vivo (cash), cartão de crédito e o cartão pré-pago – conhecido como Travel Card.

 

Escolher uma das opções não significa excluir totalmente as demais. Até porque todas têm prós e contras, mas podem ser úteis naqueles momentos de aperto. Como, por exemplo, o cartão de crédito. Ele pode ser um grande salvador da pátria quando se está sem dinheiro ou quando não possui um cartão pré-pago consigo, mas que deve ser usado com cautela. Cada pagamento realizado no cartão de crédito terá a aplicação de 6,38% de IOF somado à variação do dólar do dia do fechamento da fatura do cartão, que pode oscilar entre 5 e 7% acima da cotação comercial. Dentre as opções que citamos, esta é a menos indicada.

 

Ter dinheiro em espécie é essencial. Claro que o estudante não precisa – e nem deve – levar um montante de uma só vez na mala para cobrir  todo o período de seu intercâmbio. O ideal é levar uma quantia suficiente para ele conseguir usar um meio de transporte quando chegar no país e poder pagar pendências pontuais que exigem dinheiro em espécie, como a matrícula do curso e o aluguel do alojamento, por exemplo. Lembrando que o valor máximo, em cash, que um turista pode entrar nos EUA sem precisar declarar é de U$10 mil.

 

A opção mais indicada para o estudante viajar tranquilo e para a família conseguir acompanhar os gastos pela Internet é o cartão pré-pago (Travel
Card). Além de ser bem prático, o cartão pode ser recarregável online em poucos minutos e é aceito em vários países, possibilitando o usuário receber a quantia direto em dólares, mesmo com os pais ou responsáveis morando no Brasil. E, caso o estudante perca ou tenha o seu Travel Card roubado, é possível bloquear pela internet e solicitar outro cartão, que pode ser enviado para o dono onde ele estiver.

 

Em suma, o Travel Card é uma excelente forma de envio de dinheiro do Brasil para os EUA de forma prática e muito segura, tanto para o intercambista quanto para sua família.

 

No site da CambioReal você pode solicitar o seu Travel Card com toda a segurança, facilidade e com taxas diferenciadas, sem aquela burocracia bem comum em bancos tradicionais. Para mais informações, acesse o nosso site e não se preocupe com o intercâmbio do seu filho: www.cambioreal.com/br/travelcard