CambioReal - De Garçom A Bilionário: A História De George Soros
De garçom a bilionário: a história de George Soros

De garçom a bilionário: a história de George Soros

George Soros é um nome muito conhecido no mercado financeiro mundial. Ele é um dos homens mais ricos do mundo e um dos investidores mais famosos da história. Atualmente com 87 anos, Soros é mais um caso de imigrantes que venceram nos EUA.

Ele nasceu em Budapeste em 1930. Filho de um advogado, ele e sua família sobreviveram à ocupação nazista na Hungria e precisaram comprar documentos falsos que escondiam sua religião.


Com 17 anos se mudou para Inglaterra onde cursou faculdade e pós-graduação na London School of Economics e para sobreviver trabalhava como carregador de malas uma ferrovia e como garçom de boates.


Depois de se formar e trabalhar com investimentos em um banco de Londres, George Soros se mudou para os Estados Unidos em 1956 e trabalhou em empresas de Nova York até 1970, quando abriu o seu próprio fundo de investimentos.


Primeiramente conhecido como Soros Management, depois Fundo Quantum, o investidor começar a realizar operações agressivas e de alto retorno financeiro. A empresa passou a ganhar notoriedade por sua forma de atuação e fez de Soros um dos homens mais ricos do mundo, cravando o seu nome no mercado de investimentos.


Em 1992 uma aposta de Soros o fez ficar conhecido como “o homem que quebrou o Banco da Inglaterra”, quando ganhou cerca de 1 bilhão de libras investindo contra a libra esterlina, moeda corrente no Reino Unido. Em 16 de setembro, o Tesouro britânico perdeu bilhões de suas reservas e precisou retirar a libra do Mecanismo Europeu de Taxas de Câmbio.

Projetos Sociais


George começou a se afastar do controle do controle do seu fundo financeiro na década de 90 e passou a dedicar o seu tempo a projetos sociais e filantropia, oferecendo bolsas de estudo para alunos negros durante o apartheid (regime de segregação racial entre brancos e negros na África do Sul) e gastou bilhões de dólares investindo em projetos de livre mercado em todo o mundo.


Ainda na década de 90, na época do colapso do comunismo, Soros incentivou o intercâmbio cultural entre os países do Leste europeu e da Europa ocidental.

Atualmente a Fundação Open Society, criada por ele, banca projetos sociais em mais de 100 países e tem 37 escritórios regionais.


Vida Pessoal


George Soros já foi casado 3 vezes e tem 5 filhos.

Além de investimentos financeiros e projetos sociais, ele também investe em esportes, tendo recentemente adquirido uma parcela do time de futebol inglês Manchester United.