Elon Musk - Da África do Sul para o Espaço
Elon Musk - Da África do Sul para o Espaço

Elon Musk - Da África do Sul para o Espaço

Bilionário, gênio e criador de algumas das empresas de maior sucesso no mercado mundial das últimas décadas, como Tesla e SpaceX, este é o sul-africano Elon Musk.


Nascido em Pretória, na África do Sul, Musk sempre foi um grande fã de livros e ficção científica. Seu pai, Errol, era um engenheiro e sua mãe, Maye, é uma modelo ainda em atuação.


Quando completou 17 anos, ele se mudou para o Canadá para estudar física e economia na Queen’s University of Ontario e depois mudou-se novamente para os Estados Unidos para estudar na Universidade da Pensilvânia. Depois de concluído o curso, ele continuou nos EUA e ingressou em um Ph.D. em física na Universidade de Stanford, na Califórnia.


Mas Elon Musk não quis continuar na carreira acadêmica. Ele deixou as salas de aula da universidade e resolveu investir na vida de empreendedor, fundando com seu irmão a Zip2, uma plataforma online de jornais que em 1999 foi vendida para a Compaq por US$ 300 milhões.


Com o dinheiro da venda da Zip2, Musk resolveu inovar criando e depois vendendo várias empresas de sucesso. Com a fortuna adquirida ao longo de uma década, Musk fundou mais três novas empresas que viriam a dar muito lucro também, a Tesla, empresa de carros elétricos e painéis solares, a SpaceX, que atua no ramo de exploração espacial e a Solar City, uma empresa de energia solar.


Apesar de estar sediada nos EUA, um país altamente dependente de combustíveis fósseis, a Tesla se destacou no mercado ao lançar um esportivo de alto desempenho e um sedã luxo, se distanciando do estereótipo de que carros elétricos são pequenos e pouco potentes. Em 2017 a

Tesla superou gigantes do mercado como Ford e General Motors em valor de mearcado, por um determinado tempo.


Já a Space X passou vários anos criando diferentes planos e prazos para alcançar um principal objetivo: levar humanos para colonizar Marte, o planeta vermelho.

A empresa revolucionou o mercado de exploração do espaço ao criar os primeiros foguetes reaproveitáveis, o que resulta na economia de milhões de dólares a cada lançamento.


Apesar da dificuldade de logística, Musk espera enviar a primeira missão já em 2022, e outra logo depois em 2024. Para se ter uma ideia da ousadia desse plano, a Nasa, agência espacial americana, prevê uma missão desse tipo apenas para 2030. O atual valor de mercado da SpaceX é de 21,2 bilhões de dólares.

Mas se você pensa que esses são os únicos planos de Elon Musk, está enganado. Apesar dos audaciosos planos, ele ainda tem muito mais em mente.


Se com a SpaceX o plano é conquistar o espaço, com a Boring Company, outra companhia de Musk, o plano é explorar o subsolo da terra.

Em outubro de 2017, a empresa conseguiu a permissão do governo americano para escavar um túnel de cerca de 12 quilômetros sob o estado americano de Maryland.


A ideia no futuro é criar um “hyperloop”, um trem-bala eletromagnético para transportar passageiros a até 1.233 km/h.


O que o futuro reserva para este empreendedor? Vamos continuar acompanhando para descobrir.