Quando comprar dólares? 3 dicas para fazer seus Reais valerem mais.
Quando comprar dólares?  3 dicas para fazer seus Reais valerem mais.

Quando comprar dólares? 3 dicas para fazer seus Reais valerem mais.

Essa talvez seja uma das principais dúvidas de quem faz remessas ou até de quem só está viajando a turismo: quando é o melhor momento para fazer a transação, economizando um pouquinho com a flutuação do dólar? Se você veio aqui esperando uma resposta exata, sentimos te decepcionar, mas ela não existe :( A variação cambial é um processo complexo que envolve superávit ou déficit comercial, taxas de juros no Brasil e nos EUA, confiança de investidores e até crises mundo afora. É um cálculo muito complexo e até especialistas do mercado financeiro tem dificuldade de prever com exatidão o que vai acontecer com o dólar hoje, amanhã ou daqui a 30 dias. 

Então é isso? Você veio aqui para descobrir que não há uma resposta certa para a sua dúvida? Caaaalma que a Cambio não te deixa na mão! Apesar de a previsão exata do comportamento do dólar não ser possível, existem, sim, algumas técnicas que podem te ajudar a economizar um bom dinheiro na hora de comprar dólares ou enviar dinheiro do Brasil ao exterior. Vem com a gente! 

1. Baby steps: Muita gente deixa para enviar ou comprar os dólares todos de uma vez. Faz sentido, não é? Você só se preocupa com isso uma vez, e depois já pode riscar isso da lista! Mas e se daqui a algumas semanas o dólar tiver uma bela queda? Lá se foram aqueles dólares a mais que você poderia ter guardado! 

Por isso, a dica dos especialistas é: vá comprando por etapas. Sempre que possível, prefira fazer pequenas transações ao invés de fazer tudo de uma vez. Dessa forma, ao invés de apostar todas as suas fichas na cotação do dólar de um único dia, você acaba pagando a média das cotações de um período maior. 

Se você está pensando que nada garante que a cotação do mês que vem vai estar melhor do que a deste, você está certo, e os especialistas concordam com você. Mas a ideia aqui é a de minimizar riscos: Diluindo suas transações e pagando a média das cotações ao invés da cotação de um único dia, a chance de você fazer um bom negócio é muito maior! 


2. Acompanhe a Tendência: Assim como a dica anterior, essa aqui demanda um tempinho a mais, mas pode significar uma boa economia. A ideia aqui é ficar de olho no noticiário e em sites especializados. Como falamos lá em cima, ninguém consegue prever com exatidão, mas esses sites costumam contar com especialistas que conseguem indicar se o dólar está com mais tendência a subir ou cair. Com essa informação em mãos, fica mais fácil tomar decisões do melhor momento para fazer sua remessa ou compra de dinheiro. A tendência é de alta? Corra e garanta a cotação atual. A tendência é de queda? Hora de pisar no freio para aproveitar uma cotação mais baixa ali na frente. 

Alguns lugares onde você pode acompanhar essas informações são:

www.infomoney.com.br/dolar  

exame.abril.com.br/noticias-sobre/dolar/

www.valor.com.br/financas/mercados


3. Pesquise e compare: Se você acha que bancos, casas de câmbio e soluções digitais de remessas operam com o mesmo câmbio, é melhor pensar duas vezes. Comparação nesse meio é fundamental para garantir a melhor cotação e o melhor serviço. E aqui entra um ponto importante: na hora de comparar, compare tudo. Muitos sites e casas de câmbio escondem suas taxas naquela tabelinha inicial, guardando uma surpresa amarga para quem achava que estava fazendo um bom negócio. 

E não para por aí, não. Além de comparar o câmbio e as taxas que cada solução vai te oferecer, é fundamental colocar na balança outros pontos como facilidade, segurança, burocracia e qualidade do serviço. A gente sabe que muitas vezes essas questões ficam de lado, o bolso costuma falar mais alto, mas acredita, num mundo em que a máxima "tempo é dinheiro" é cada vez mais verdadeira, comparar além do câmbio também é economizar. 

E se a ideia é economizar garantindo uma experiência simples, sem burocracia, rápida e transparente, então pode anotar: quem compara, escolhe a CambioReal. Além das melhores taxas do mercado, temos atendimento em português, mais de 10 anos de mercado e somos especialistas em transações entre o Brasil e Estados Unidos, sempre com o melhor custo x benefício para  você. Experimente!