Sergey Brin – O russo que fundou o Google
Sergey Brin – O russo que fundou o Google

Sergey Brin – O russo que fundou o Google

Você pode não conhecer o nome Sergey Mikhaylovich Brin, mas esse refugiado da União Soviética certamente tem algum tipo de influência na sua vida. Ele é cofundador de uma das maiores empresas do mundo, a Google.


Nascido em 1973, Filho de pais judeus, Sergey e sua família emigraram para os Estados Unidos em 1979, fugindo do anti-semitismo da União Soviética.

Seus pais eram matemáticos e ao chegar no novo país logo conseguiram empregos na área. Seu pai, Mihail Brin, trabalhou na Universidade de Maryland e Eugenia, sua mãe, se tornou especialista da NASA.


Formado na Universidade de Maryland, Sergey seguiu os estudos até concluir o doutorado em Ciências da Computação. Foi nessa época que ele conheceu Larry Page, o outro cofundador do Google. De acordo com Brin, eles não se deram bem em um primeiro momento pois “Nós somos ambos do tipo de detestável", como ele mesmo relatou tempos depois. Mas logo a antipatia se tornou uma grande e lucrativa amizade.


A especialidade de Sergey Brin era o desenvolvimento de sistemas de classificação de dados, enquanto Page trabalhava com o “o conceito de se inferir a importância de um trabalho de pesquisa a partir de suas citações em outros trabalhos”. Juntos eles criaram um trabalho intitulado “The Anatomy of a Large-Scale Hypertextual Web Search Engine” (*“A Anatomia de um Motor de Buscas na Web para Hipertexto, de Larga Escala”).

Este era o começo do que viria a se tornar uma das maiores empresas de todos os tempos. Esses estudos levaram ao algoritmo de buscas que tornou o Google tão famoso e importante no mercado.


A princípio, Larry e Sergey tentaram vender a ideia por US $1 milhão, mas não encontraram interessados. A moda da época eram os grandes portais, como o Yahoo! E o AOL, que ofereciam diversos tipos de funcionalidades ao mesmo tempo. A procura por ferramentas de busca era bem baixa.


Foi necessária a ajuda de amigos, parentes e até mesmo professores de Stanford para conseguir os fundos necessários para começar a implementar o projeto do Google. Mas logo que ele estava operacional eles conseguiram os seus primeiros investidores.  A primeira pessoa a acreditar na ideia foi Andy Bechtolsheim, cofundador da Sun Microsystems (curiosidade: ele também era um imigrante judeu, vindo da Alemanha).


A partir deste momento o Google nunca mais parou de crescer. Em agosto de 2004 a empresa abriu o seu capital no mercado de ações, tornando Sergey Brin e Larry Page bilionários.

Atualmente a fortuna de Brin gira em torno de 38 bilhões de dólares.


Entre 2001 e 2011 ele atuou como presidente de tecnologia da empresa, depois passou a ser presidente da área de Projetos Especiais, onde lançou produtos como o Google Glass, por exemplo.


A criação de Brin revolucionou o mundo e mudou a forma com que as pessoas interagem na internet. Seu reconhecimento veio através de vários prêmios ao redor do mundo. Ele também chegou a ser considerado pela revista Forbes o 5º homem mais influente do mundo em 2009.


Atualmente ele é presidente da Alphabetic Inc, holding que controla todos os produtos do Google.