Social Commerce – A sua empresa nas redes sociais
Social Commerce – A sua empresa nas redes sociais

Social Commerce – A sua empresa nas redes sociais

As redes sociais já fazem parte da nossa vida há um certo tempo. Você possível chegou nesse texto por causa do Facebook ou do Linkedin, por exemplo. Eles servem para aproximar quem está longe, conhecer melhor quem está perto e por muitas vezes nos apresentam produtos que a gente nem estava pensando em comprar, mas que de repente pode ser uma boa ideia naquele momento.


Elas podem ser uma poderosa ferramenta para aumentar as vendas do seu e-commerce, tanto que existe até um nome para isso: Social Commerce (ou simplesmente S-Commerce).


Mas existem várias formas de trabalhar com a sua empresa em Social Commerce: Entre pessoas, vendas em redes sociais, compras coletivas, caixas de recomendações, compras coletivas, fóruns e chats. Hoje vamos falar sobre vendas em redes sociais. Nas próximas semanas falaremos dos outros métodos.


Para se ter ideia da força das redes sociais no Brasil, nove em cada dez brasileiros que possuem acesso à internet costumam pesquisar online antes de realizar uma compra em lojas físicas, e olha que esse número ainda nem considera quem prefere fazer as compras pelos sites mesmo. Os dados são da SPC Brasil.


E não adianta estar presente em todas as redes sociais e bombardear o público a todo mundo com os seus produtos. É preciso ter uma estratégia bem definida para transformar as oportunidades em venda.


Primeiramente: o seu e-commerce está bem estruturado? O seu site possui link para as suas redes sociais? Ter essa informação no site é vital para transformar compradores em fãs da sua marca.


Por mais polêmico que seja, o Facebook ainda é a principal rede social dos brasileiros e ter uma página lá é um ótimo ponto de partida para aumentar a sua presença na rede. A plataforma oferece vários benefícios, como fácil utilização, grande alcance de público e um ótimo canal para contato com o público. Ela também possui uma parte só de Marketplace, onde você pode vender seus produtos diretamente.


Mas lembre-se que o benefício do Facebook pode ser seu principal problema também. A facilidade com que o público entra em contato com a sua empresa, também vale para interações e avaliações negativas. Então, lembre-se de manter sua página sempre atualizada e responda os comentários para evitar que o público se sinta ignorado ou comece a fazer muitas postagens negativas.


Nas vendas em redes sociais, as empresas utilizam as ferramentas como o Marketplace do Facebook, Pinterest, Instagram e outras ferramentas para facilitar o contato do público com os seus produtos.


Um bom exemplo de como monetizar o fator social é o trabalho dos “web influencers”, como Youtubers e blogueiros que se dedicam a fazer reviews de produtos como roupas, calçados, eletrônicos e muito mais. Eles usam a sua influência para indicar diversos produtos para seus seguidores.


A sua empresa pode aproveitar esses criadores de conteúdo para criar parcerias que tornem a sua marca mais conhecida, porque é o cliente é muito mais suscetível a conhecer uma marca nova vindo de uma pessoa de confiança, do que em um anúncio na internet.


Acha que algum dos seus produtos pode se encaixar nessa estratégia? Conta pra gente.


Em breve voltamos com outras dicas para alavancar as suas vendas pelas redes sociais. Até a próxima.