CambioReal - Um Mês Para Black Friday: Como Se Preparar?
Um mês para Black Friday: como se preparar?

Um mês para Black Friday: como se preparar?

A história da Black Friday

O fim de semana dos maiores descontos no mundo inteiro e filas quilométricas tem origem nos EUA e acontece, todos os anos, no dia após o feriado de Ação de Graças. A data tem como objetivo abrir a temporada de compras de fim do ano no comércio, mas não se sabe ao certo quando essa tradição começou.

O que se sabe é que a tradição de compras era mais forte na cidade da Filadélfia e seus arredores, mas isso mudou no início dos anos 2000, quando todo o varejo dos EUA decidiu aderir às  promoções. 

A origem do nome “sexta-feira negra” também é um pouco controversa, alguns dizem fazer referência à ausência em massa de funcionários em fábricas e lojas no dia após o feriado; outros atribuem ao trânsito caótico da cidade de Filadélfia nessa época do ano. 

Mas o que é importa é que não só o nome como também a prática ficaram famosos ao redor do mundo e, hoje, cada país cria a sua própria versão da Black Friday.

Este ano, o grande feriados de vendas acontece no dia 29 de novembro. E com menos de um mês para o evento, queremos dar algumas dicas de como se preparar para a data se você estiver no Brasil ou nos EUA.


Black Friday brasileira

Assim que a Black Friday começou no Brasil, muitas polêmicas surgiram sobre descontos falsos, mas agora com o Selo Black Friday, que verifica a veracidade e legitimidade das promoções ficou bem mais fácil fazer compras com descontos de verdade!

A Black Friday brasileira é bem mais forte no comércio online e algumas empresas chegam a fazer uma semana inteira de ofertas. A melhor forma de se preparar é fazer uma lista das suas prioridades de compras e já ter o cadastro realizado em todos os sites em que você está de olho.

Cadastrar-se em newsletters também pode render vantagens, como descontos ainda maiores, prioridade ou tempo estendido nas compras. 

Para ficar atento: confira a reputação das lojas em órgãos como Reclame Aqui e fique atento ao estoque e prazo de entrega das empresas. Nessa época do ano é comum entregas demorarem até 3 meses e estoques acabarem muito rápido.


Black Friday nos Estados Unidos

No lar da Black Friday os preços baixos valem ainda mais a pena, mesmo com o dólar em alta, pois algumas lojas podem oferecer até 90% de desconto. As lojas mais famosas são Target, Best Buy e Walmart, e o foco são nos eletroeletrônicos.

A cadastrar-se nos sites das lojas que você tem interesse, você recebe conteúdos que anunciam de antemão algumas das promoções que acontecerão nas lojas físicas. Aliás, vale ressaltar que o Black Friday americano é muito forte nesse segmento do varejo e, para quem está viajando, compensa mais do que comprar online e ter que esperar pela entrega no hotel.

Faça uma lista dos produtos que são prioridade e corra para as lojas. Algumas abrem ainda na quinta-feira, no fim da tarde, e outras têm funcionamento especial até 00h. Tente otimizar seu tempo escolhendo lojas que são próximas uma da outra. 

Você pode fugir do óbvio e de filas procurando lojas “alternativas” para comprar eletrônicos - a mais famosa e concorrida é a Best Buy. Ou pode alugar um carro e ir até Outlets que são mais afastados da cidade.

Para ficar atento: mesmo com os descontos, ainda há taxas caso você escolha usar cartão de crédito; lembre-se que chegando na alfândega há impostos a serem pagos caso suas compras ultrapassem 500 dólares; e, por fim, há sempre a possibilidade de pagar pelo excesso de bagagem caso você exagere nas compras, por isso a dica é ir de malas vazias!

Mesmo ainda faltando um mês para a Black Friday, nunca é cedo demais para começar a pesquisar e se preparar. E depois dessas dicas você já está mais do que pronto para aproveitar o melhor fim de semana de descontos do mundo inteiro com tranquilidade, seja no Brasil ou nos Estados Unidos!